• Dr. Artur Vasconcelos

DIETAS BIOPROPRIADAS PARA FELINOS- Onde está o problema?

Atualizado: Fev 1

Cada vez mais os gateiros me cobram: cadê as informações sobre os felinos?


Mesmo na literatura estrangeira, é muito mais fácil encontrar informações sobre dietas bioapropriadas para cães. Por algum motivo desconhecido, a prática ainda é vista como tabu entre os tutores de gatos.


Não adianta nada jogar a culpa para o lado do veterinário, do tutor ou do bicho. Todo mundo sai perdendo. É um passo difícil? É, mas necessário!


Entendo que, para a maioria dos colegas, o volume de pacientes caninos no consultório é muito maior. Mas se informar sobre medicina e alimentação de felinos é uma forma de atender melhor uma população crescente. Em alguns países, já são os pets mais numerosos.



É O GATO, O TUTOR OU O VETERINÁRIO?


Poucos colegas orientam sobre dietas para felinos. Sem dúvida, felinos são mais intolerantes às mudanças na rotina alimentar e isso pode ser muito frustrante. Mas a culpa é mesmo do gato?


A maioria dos veterinários recebe pouco treinamento em medicina felina, ao ponto que a prática recebe um status de especialidade. E o tutor sabe disso. Muitas vezes entende mais de comportamento e saúde felina que o profissional. São estudiosos e exigentes, e não aceitam que seus animais sejam tratados como cães pequenos.


DESINFORMAÇÃO


Supreendentemente, com os animais que mais seriam beneficiados com uma dieta estritamente carnívora, a prática ainda não “pegou”. Ninguém questiona o comportamento predatório dos gatos. Mas todos continuam oferecendo para eles rações compostas basicamente por grãos. Eles não são onívoros!


Vários mitos ainda circulam entre os gateiros, de que o bicho tem que fazer várias refeições ao dia, que não tolera jejum, que ficar dois dias sem defecar é anormal, que uma dieta rica em proteínas vai levar a problemas renais. Tudo isso está muito longe da verdade.


COMECE CEDO


É muito importante que o gato seja apresentado a diferentes texturas de alimentos ainda novo, antes dos 6 meses de vida. Esse é um cuidado que deveria ser observado nos gatis e abrigos, ainda na fase de desmame, porque interfere na aceitação de novos alimentos na idade adulta.


O tutor que recebe um gato em casa deve iniciar a oferta de alimentos frescos o quanto antes. Mesmo que a opção inicial seja alimentá-lo com ração seca. Eu te garanto que a idéia de usar uma dieta caseira vai passar pela sua cabeça, em algum momento. E espero que não seja em situação de doença.


ROTINA


O primeiro passo para quem deseja mudar a dieta do gato para uma baseada em carne crua é estabelecer uma rotina de refeições, ainda com o alimento habitual. O gato não precisa comer inúmeras vezes ao longo do dia. Uma, duas ou três refeições são perfeitamente aceitáveis para um gato adulto. E está tudo bem se o gato passar um dia sem comer.


Um menor número de refeições diárias está associado a uma maior saciedade e melhor escore corporal. A obesidade é um dos maiores problemas com a espécie atualmente, o que é agravado pelo confinamento domiciliar e conveniência da castração.


NOVAS TEXTURAS


Depois que o felino se adaptou a fazer menos refeições, é hora de testar alimentos com novas texturas, misturados à ração seca ou ofertados antes dela.


Aqui vale ser criativo: alimento industrializado úmido (sachet e enlatado), sardinha e atum enlatados, carnes diversas (cruas e cozidas), gema de ovo crua e iogurte natural são opções interessantes.


Não se preocupe com as proporções nesse momento, nem com suplementação. Comece com pequenas quantidades. Esse processo de transição pode demorar meses, dificilmente será linear, e exigirá a sua máxima paciência.


CONTORNE OS PROBLEMAS


Somente depois de conseguir ofertar uma dieta 100% bioapropriada, adeque a suplementação. Evite variar demais a dieta, pelo menos de forma aguda. Para animais seletivos, forneça a refeição bem homogênea, para que os componentes menos palatáveis não fiquem para trás.


Atenção para a temperatura da comida: felinos gostam de comida morna ou em temperatura ambiente. E não cometa o erro de incluir vegetais na vida deles… digite “cat + cucumber” no YouTube e divirta-se!


Não se esqueça também de cadastrar seu email para receber informações de novos conteúdos, palestras, cursos e livros, assine em www.arturvasconcelos.com.br


Conheça minha videoaula e apostila sobre ALIMENTAÇÃO NATURAL BIOAPROPRIADA para cães:






130 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo