• Dr. Artur Vasconcelos

VEGETAIS - devo ou não incluir?


Um detalhe sempre presente nas dietas dos meus pacientes é a mínima quantidade de vegetais. Em alguns casos, sugiro uma completa ausência.


A maioria das pessoas vê isso com uma estranheza inicial. Natural, considerando que gostamos de ver uma certa similaridade do prato do peludo com o nosso prato.


Mas é importante respeitar nossas diferenças. Cães não foram “feitos” para receber uma grande quantidade de plantas. A dificuldade deles ao lidar com a parede celular vegetal é muito clara. Verdade seja dita, boa parte sai inteira nas fezes e não é aproveitada.


Sim, vejo benefícios e incentivo as pessoas a incluírem um pouco. Mas acredito que investir na variedade de alimentos animais na dieta deles gera um retorno muito maior. Abaixo pontuo algumas considerações importantes para você avaliar na dieta do seu peludo.



CÃES SÃO CARNÍVOROS...

Em algum momento (ou vários!), nos últimos 30 mil anos, iniciamos nossa parceria com os lobos mais dóceis, que resolvemos chamar de cães. Mas verdade seja dita, é um período curtíssimo para imprimir alterações fisiológicas significativas numa espécie. E mais de 99% do DNA entre cães e lobos permanece o mesmo, inalterado. O que nos leva a classificá-los como da mesma espécie.

É consensual entre os adeptos da alimentação bioapropriada que nossos peludos deveriam receber uma dieta, se não igual, muito parecida com a de seus ancestrais. Na natureza, lobos consomem mais de 95% de presas na sua dieta, sendo seu hábito alimentar considerado como carnívoro.


... MAS SÃO OPORTUNISTAS E ADAPTÁVEIS!

Um estudo com genoma canino, publicado na Nature em 2013, mostrou que várias raças teriam mais cópias de genes que transcrevem a enzima amilase, responsável pela digestão de amido.

Isso mostra que o acesso à restos da alimentação humana tem tornado nossos cães mais adaptáveis ao consumo de carboidratos. Mas diz muito pouco sobre a quantidade, frequência ou mesmo impacto da sua oferta na saúde deles. Vale lembrar que a maioria das rações é composta por mais que 50% de amido, o que, definitivamente, não é natural.

VEGETAIS NÃO SÃO ESSENCIAIS...

É perfeitamente possível que um cão se alimente de uma dieta 100% carnívora. Não existe nenhum nutriente considerado como essencial para a espécie que não seja encontrado em animais.

Muito pelo contrário, vários deles, como proteínas, ácidos graxos, minerais e vitaminas, têm biodisponibilidade muito maior quando ofertados em alimentos de origem animal, e não através dos vegetais.

MAS TRAZEM SEUS BENEFÍCIOS.

A oferta de material vegetal é perfeitamente natural à espécie e pode sim ser benéfica. Estudos com o microbioma canino mostram que os animais com intestino mais saudável são aqueles alimentados à base de carne crua, mas suplementada com algumas plantas, que possuem um efeito prebiótico.

Em dietas pouco variadas, ou que não incluam alimentos animais com baixa digestibilidade (como ossos, pêlos, tendões e couro), as fibras dos vegetais se tornam essenciais para formação do bolo fecal e o movimento de eliminação normal.




REPENSE O QUE É UM VEGETAL

Na natureza, os vegetais que lobos e cães encontrariam são muito diferentes daqueles selecionados pelo homem, geralmente mais doces (ricos em açúcares) e com menor densidade nutricional. A oferta regular de tubérculos, frutas tropicais e leguminosas pode ter impacto negativo na saúde do seu cão.

Frutas com baixo carboidrato, gramíneas, folhas, algas e sementes (demolhadas, germinadas, tostadas, fermentadas e/ou moídas) são o tipo de material vegetal ideal para incluir na dieta de um carnívoro facultativo.


CUIDADO


Algumas plantas são potencialmente tôxicas.

Mesmo vegetais e frutas seguras para o consumo humano podem colocar a saúde do seu cão em risco.


Por isso, antes de incluir na dieta, se informe.

Em caso de dúvidas, aproveite o conhecimento de um profissional experiente.


Não se esqueça também de cadastrar seu email para receber informações de novos conteúdos, palestras, cursos e livros, assine em www.arturvasconcelos.com.br


109 visualizações

Consultas

Para agendamentos de consultas com o médico veterinário Artur Vasconcelos:

 

Clinica Veterinária MedVet:

(31) 3495-2234

 

Clinica Veterinaria VetHealing:

(31) 2516-4994 / 99916-4994

  • Branca Ícone Instagram

arturvasconcelos.vet

ENTRE EM CONTATO

© 2019